Skechers GORun Ride 5

skechers-gorun-ride-5-masculinoO Skechers GORun Ride 5 pode ser caracterizado por meio de três palavras: estável, firme e leve. Ideal, principalmente, para os triatletas de plantão. Entretanto, não só para eles, como também para os corredores de longas distâncias. Tendo, assim, um universo de atletas requisitando essa beleza resistente.

Inserido como um top de linha da empresa, o Skechers GORun Ride 5 chega para competir de igual para igual com os grades do mercado. Com alterações fundamentais, se comparadas ao modelo anterior, conseguiu subir um degrau e atingir o gosto dos corredores apaixonados por grandes distâncias.

O peso agrada muito à primeira vista. Os cerca de 250g são perceptíveis no primeiro momento de calçar o produto. Sendo, portanto, uma excelente ideia para treinamentos dos mais variados tipos. Seja corrida, trilha, caminhada ou o que for. Mas, de longe, a especialidade se volta para as grandes distâncias.

Apesar de a Skechers ser uma marca pouco conhecida no ramo esportivo brasileiro, ela mostra sua qualidade transportada dos sapatos convencionais para os esportivos. Por esse motivo, é uma opção a se considerar, afinal a tecnologia (que trataremos de forma mais aprofundada nos próximos tópicos) é de última geração.

O GoRun 5 apresenta um solado com a tecnologia Go Impulse, que possibilita condições melhores de amortecimento da pisada e uma aderência mais consistente. Já a entressola vem com uma tecnologia conhecida como Resalyte. Esta tecnologia promove uma maior absorção do impacto. Ou seja, entressola e solado trabalhando juntos.

skechers-gorun-ride-5-solado

Por fim, o cabedal em mesh promove uma ventilação adequada. Além disso, as laterais em TPU (Polímero Termoplástico) auxiliam num melhor ajuste no momento de calçar. Mas, além desta breve introdução geral sobre o GoRun 5, quais seriam seus aspectos de destaque e de demérito? Confira!

Pontos positivos e negativos do Skechers GORun 5

Item por item, serão trazidos cada destaque e cada revés do modelo da Skechers. Serão destacados, portanto, onde a empresa acertou e onde errou após o lançamento do modelo 5 do GoRun.

Pontos positivos do modelo GoRun 5

Dentre os pontos positivos do GoRun 5 estão a preocupação com o triatleta, a leveza da peça, além da firmeza e da estabilidade proporcionadas. Estes talvez sejam os maiores destaques de uma peça que agrada, mas não impressiona.

  • Preocupação com o triatleta

skechers-gorun-ride-5-femininoPor ser uma das empresas mais preocupadas com o desenvolvimento das tecnologias para os esportes de alto rendimento, a Skechers pode receber cinco estrelas por sua dedicação.

O tecido e a construção dos materiais selecionados para compor a peça foram pensados para os triatletas. Isso porque a maciez permite que os corredores não usem meias – algo comum para os mesmos.

Isso é um alicerce importante, junto ao fato da preocupação da marca em levar conforto aos atletas que mais precisam deles. Afinal, correr e pedalar quilômetros não é para qualquer tênis.

  • Leveza do tênis

Já foi ressaltado o peso do mesmo, e como isso é impressionante. Entretanto é preciso destacar que o GoRun 5 poderia ser ainda mais leve, se não fosse alguns excessos em sua composição.

As laterais internas, por exemplo, apresentam uma grande quantidade de tecido em alguns pontos. Nada que possa atrapalhar o encaixe do pé, entretanto se torna desnecessário quando pensamos em uma peça leve que poderia ser ainda mais leve.

  • A firmeza e a estabilidade

Esses destaques se devem, principalmente, ao fato das tecnologias utilizadas no modelo. O M-STRIKE e o Go Impulse se mostram com demasia importância quando ressaltada esta dupla.

O M-Strike promove a pisada mais confortável com o centro do pé, dando mais firmeza no momento em que a sola choca-se com o piso. Já o Go Impulse utiliza de pontos interligados que promovem uma excelente estabilidade à pisada e ao calçado.skechers-gorun-ride-5-cabedalPontos negativos do GoRun 5

Já os pontos negativos seguem para o conforto, o preço (variável) e a qualidade do produto como um todo.

  • Bom, mas nada excelente

Um dos pontos que mais chama a atenção do produto é a sua qualidade que bate um pouco na trave. O tênis, analisado como um todo, é bom. Mas apenas isso. Um bom que não possui artifícios excepcionais em nenhuma característica.

É uma peça boa? Claro. Entretanto nada que chegue a beirar o ‘muito bom’ ou o ‘excelente’ no que tange a estrutura do mesmo.

  • O Preço

Apesar de ser algo bastante variável, é necessário pensar no último item listado: “bom, mas não excelente”. Ou seja, pelo preço de R$ 450 e R$ 500 um tênis de um patamar acima pode ser adquirido.

Produtos de qualidade similar são encontrados pela metade do ofertado. Tornando, portanto, o GoRun 5 um modelo caro, se considerar uma comparação com seus concorrentes.

  • O Conforto

Não que o tênis seja desconfortável. Entretanto, pelo que se promete, esperava-se mais. As palmilhas do tênis mostraram-se deveras rígidas em alguns momentos. Sendo diferente do que se é prometido.

Apesar de não ser um tênis que incomoda durante a atividade, há alguns pontos a se considerar, já que se analisa o que é prometido e o preço estipulado. Tornando-o, portanto, um tênis confortável, mas nada surpreendente.

Vale a pena adquirir um Skechers GORun 5?

Numa avaliação geral e aprofundada, o Skechers GORun 5 fica com uma nota bastante mediana. Ele não chega numa categoria alta para ser considerado excelente, mas também não se junta aos rejeitados.

É um tênis com aspectos positivos que se mostram aparentes na mesma intensidade que os negativos. O equilíbrio é gigante. O que se deve considerar, por princípio, é os concorrentes da marca.

Caso a preferência seja pela marca Skechers – uma marca de escolha pessoal e gosto pessoal, ok. Entretanto é sempre bom saber que, do mesmo patamar, há tênis com preços bem abaixo aos do GoRun 5 e de qualidade equiparadas.

Veja Mais Modelos [+]