Nike Air Zoom Wildhorse 4

A Nike coloca no mercado a quarta versão do modelo Wildhorse. Especialmente desenvolvido para oferecer conforto e proteção aos corredores e corredoras de pisada neutra, este tênis para corrida é uma das opções para quem gosta de se aventurar em trilhas.

Em relação à versão anterior, Nike Air Zoom Wildhorse 4 apresenta modificações em seu cabedal e mantém a mesma estrutura na entressola e solado.  Alguns corredores não aprovaram tais modificações, mas para saber o porquê e ficar por dentro de algumas dicas para aproveitar melhor o benefícios deste calçado, basta conferir nosso review na íntegra!

Cabedal

A Nike fez poucas modificações na 4ª versão do seu modelo Air Zoom Wildhorse, mas todas elas estão presentes no cabedal do calçado. Estas alterações desagradaram alguns corredores, que ao testarem o calçado sentiram uma diferença negativa no ajuste do tênis. Mas antes de aprofundarmos nesta questão, vamos conhecer um pouco mais sobre a parte superior do Nike Air Zoom Wildhorse 4.

Toda a construção do cabedal é feita em mesh respirável, uma malha de tramas abertas que colabora para que haja uma boa ventilação na parte interna do calçados, garantindo que os pés fiquem livres do suor durante a corrida. Todo o cabedal é livre de costuras, conferindo conforto e segurança contra pontos de fricção entre o material do calçado e a pele dos pés. Isso reduz o risco de bolhas e escoriações ao fim do treino.

Por não possuir costuras, podemos notar que as camadas são aplicadas ao mesh por um processo diferente. Um exemplo são as camadas de reforço que se apresentam no calcanhar e na biqueira do Wildhorse 4, que conferem proteção e durabilidade ao cabedal.

O cabedal do Nike Wildhorse 4 ainda apresenta a tecnologia FlyWire, que são cabos extremamente leves e altamente resistentes que trabalham juntos ao sistema de amarração dos cadarços. Sua função é trazer ajuste e apoio ao mediopé, conferindo segurança e estabilidade durante a corrida.

No contraforte traseiro encontramos uma porção de espuma macia que protege e envolve confortavelmente o calcanhar e tornozelo, garantindo ainda mais estabilidade e conforto a cada passada.

Uma das novidade que encontramos no cabedal do Nike Air Zoom Wildhorse 4 está no sistema de amarração dos cadarços. Diferente da sua versão anterior, o novo modelo não recebe os tês primeiros furos da parte inferior, onde o cadarço passa a ser ajustado diretamente nos cabos FlyWire.

Os cabos FlyWire também são protegidos por um adicional desta 4ª versão, que recebe uma aplicação sintética, resistente à abrasão, que reforça a região do mediopé conferindo durabilidade ao calçado e proteção extra para os pés.

Além disso, o cabedal do Wildhorse 4 apresenta outra novidade: uma placa que cobre parte da língua, na região do antepé. Sua função é proteger os pés de pedras e detritos que costumam atormentar a vida de quem pratica corridas em trilha. Esta placa, que é feita de material leve e resistente, impede que qualquer detrito entre no interior do calçado, garantindo assim uma corrida segura e sem preocupações.

Infelizmente, estas duas novidades que a nova versão do Nike Air Zoom Wildhorse 4 apresenta não fizeram muito sucesso entre os usuários. Em suma, estes adicionais prejudicaram o ajuste do calçado, trazendo desconforto aos pés que acabam sofrendo uma compressão excessiva.

Bom, se um modelo tão bom quanto o Wildhorse recebe adicionais que prejudicam a performance do calçado e o desempenho do corredor, alguma solução deve ter! E enquanto a Nike desenvolve soluções para a próxima versão – ou pelo menos a gente espera que isso aconteça -, nada melhor do que alguma dicas para quem deseja continuar correndo com este modelo.

Se o problema é de ajuste, alguns corredores que testaram o Nike Air Zoom Wildhorse 4, revelaram que afrouxar o cadarço onde passam diretamente pelos cabos FlyWire, pode oferecer um pouco de alívio na compressão que esta área está sujeita. Já para os corredores de pés mais largos, a dica que encontramos é testar uma numeração superior, assim o calçado terá mais espeço para acomodar melhor principalmente o antepé.  

Um fato que encontramos de forma recorrente nas avaliações que usamos como fonte de pesquisa do Nike Wildhorse 4, é que o desconforto inicial assusta, mas que após os primeiros quilômetros percorridos, o calçado começa apresentar uma melhora nas condições de ajuste.

Para quem gosta do modelo, podemos concluir que as modificações em seu cabedal não foram muito favoráveis para o desempenho do calçado, mas que, por outro lado, há formas de transpor este obstáculo!

Entressola

A entressola do Nike Air Zoom Wildhorse 4 é exatamente a mesma encontrada em sua versão anterior. Sua construção recebe a espuma Phylon, que é um EVA de formulação especial desenvolvida pela Nike. Com este material, a entressola se apresenta mais leve, com maior qualidade de amortecimento e resposta.

Além disso, Wildhorse 4 recebe a tecnologia Nike Zoom Air na região do calcanhar. Esta tecnologia consiste em uma capsula de ar comprimido que fornece proteção contra os impactos, amortecimento macio e responsivo.

Em linhas gerais, a entressola do Nike Air Zoom Wildhorse 4 garante ao corredor uma ótima fluidez nas passada, oferecendo transições mais suaves e estáveis.

Solado

Assim como a entressola, o solado do Nike Wildhorse 4  não sofreu alterações. Sua construção recebe borracha de qualidade, com alta resistência a abração. Isso significa que você não encontrará zonas de desgaste tão cedo nesta sola!

Além de durabilidade, o solado deste Nike oferece tração eficiente e aderência, mesmo nos terrenos mais irregulares e instáveis. Este benefício pode ser conferido graças ao design que sua sola recebe: baseado nos famosos padrões Waffle desenvolvidos pela marca, o desenho do solado apresenta cravos volumosos e resistentes. Sua construção foi especialmente projetada para garantir tração multidirecional em terrenos acidentados.

Durabilidade, segurança e desempenho estão garantidos com o solado do Wildhorse 4!

Conclusão

Parece que Nike não se deu muito bem com projeto do cabedal do Nike Air Zoom Wildhorse 4, que tem gerado insatisfação para corredores e corredoras que testaram o produto. Porém, como sugerimos acima, os fãs do modelo deram um jeitinho de continuar correndo em companhia deste calçado.

A quarta versão do modelo Wildhorse apresenta belas opções de cores. Conferindo estilo apara suas corridas em trilha! Seu preço tem um bom custo benefício e tem agradado aos consumidores.

  • Bom para: corridas em trilha
  • Categoria: performance
  • Pisada: neutra | supinada
  • Peso: 360g (tamanho 39)
  • Drop: 8mm
  • Preço sugerido: R$449,90

 

Veja Mais Modelos [+]