Adidas Springblade

Adidas Springblade - TraseiraCorrer tem sido minha paixão há muito tempo – é um bom passatempo quando se trabalha para um website e se passa muitas horas em frente ao computador, ao custo de pouquíssima atividade física.Com frequência, eu abaixo a tela do meu laptop depois de “um último post” na esperança de desaparecer na escuridão de Hong Kong para me perder por apenas uma parte do dia. O último tênis de corrida da Adidas – chamado de Springblade – chamou minha atenção como muitos outros.

Devido ao destaque das 16 lâminas na  sola intermediária, ele conquista cada vez mais admiradores adeptos da corrida a testar o novo calçado. De acordo com o gigante do esporte alemão, o Springblade é o primeiro tênis de corrida desse tipo com 16 lâminas anguladas para frente feito com alta tecnologia de maneira a ajudar na propulsão de corredores e idealizado para aumentar a economia e eficiência da corrida.

Para a maioria, as companhias de calçados normalmente produzem tênis de corrida com solas intermediárias moldadas, que embora ofereçam o amortecimento e a sensibilidade adequadas, acaba atrapalhando. No entanto, isso não quer dizer que o amortecimento mecânico tem recebido atenção pela adidas, Nike Shox, Mizuno e os mecanismos por trás do On’s Cloudracer. Mas alguns recentes calçados desenvolvidos pela Adidas, incluindo a tecnologia BOOST tem aparentemente feito o conceito de propulsão e retorno de energia voltar a um novo patamar. Com todas estas melhorias em relação aos modelos anteriores, me pergunto o que a tecnologia era realmente capaz de fazer.
Enquanto minhas corridas me levam pela selva de concreto de Kowloon, em Hong Kong, eu também testei o Springblade em solos mais naturais, como grama e barro, que pode ser encontrado em ilhas remotas de HK.

Estética

Adidas Springblade - SuperiorA primeira vista, o sem duvida progressivo e único design do Adidas Springblade é carregado pelos 16 elásticos e lâminas de polímero de alta tecnologia ao invés da tradicional sola intermediária. Cada lâmina é angulada para frente, de maneira a projetar a energia para frente, ao invés da tradicional energia vertical e é desenhado para dar suporte ao corredor em cada fase da sua corrida. O time de designers se inspirou em outras peças de equipamentos atléticos, como trampolins e abóbadas, e aplicou esses conceitos em um tênis de corrida.

O design se destaca e não entra na categoria convencional de tênis de corrida. Para uma cor de estreia, não falta a vibrante Techfit na parte superior do calçado que combina um tecido predominantemente respirável com o uso sistemático do apoio para o calcanhar, e ainda as três listras da marca.As cores subsequentes que existem desde o lançamento também deu mais opções, para homens e mulheres incluindo algumas cores mais discretas. Ao iniciar suas corridas com o os Springblades, vai perceber que ele é um “quebrador de pescoço”, pois vai perceber que todo mundo ficará olhando seus pés enquanto você passa.

Amortecimento

Adidas Springblade - SoladoComo todos os elementos desse calçado, seu amortecimento é centrado na questão se os 16 blades no chão oferecem alto retorno ou não. A resposta anedótica é sim. As lãminas oferecem ótimo amortecimento e proporcionam a você uma definitiva “sensação saltitante” especialmente em superfícies duras. Uma coisa que eu notei foi a diferença na compressão das diferentes lâminas. Cada lâmina é “precisamente e geometricamente posicionada, em posição para cada fase da corrida a fim combinar suporte e flexibilidade”, a diferença pode ser sentida imediatamente.

O calcanhar fica mais distante do solo, o que proporciona um alto nível te amortecimento, enquanto a lâmina do ante pé mais baixo te leva a um bom ritmo de corrida. Com certeza esse não é um calçado minimalista e chama a atenção de qualquer um acostumado com tênis baixos.

Enquanto o Springblade faz um bom trabalho proporcionando amortecimento suficiente para absorver impactos durante a corrida, há muito que ser desejado no quesito da sensação do terreno. Em um tempo em que um design mínimo tem sido duramente debatido, fica claro que a sensibilidade da posição e equilíbrio não são exatamente um ponto alto do Springblade.

Conforto

Enquanto minha impressão inicial foi que o tênis era muito pesado, a camada superior oferece um nível adequando de transpiração em corridas mais intensas. Em contraste com sua sola, Adida’s escolheu criar um calçado superior, proporcionando uma estabilidade excepcional. Apesar do peso de 371 gramas (tamanho 41), o adidas Springblade é forrado com sock-like sintético, que reduz o peso e se prende ao redor dos pés formando um segunda pele flexível, que se mostra eficiente após algumas horas correndo. Depois de várias semanas de quentes e suadas corridas, eu notei que essa característica se provou uma grande vantagem para o Springblade, pois calor nos pés não foi uma preocupação.

Conclusão

Como um dos mais inovadores tênis de corridas a ser lançado no mercado nos últimos anos, o Springblade é a melhor opção para corredores profissionais e amadores. Sem abrir uma imensa lata de minhocas, corredores avançados, com mais técnica, irão potencialmente se esforçar para alcançar seus resultados. Mas é fato que o Springblade cumpre o que promete nas propagandas – alto retorno de energia. Contudo, pode levar uma milha ou duas até que você consiga sentir a diferença noticiada. As 371 gramas no tamanho 41 faz o Springblade parecer relativamente pesado entre os mais populares tênis de corrida leves, mas decididamente isso não significa que ele compete entre eles.

 

Veja Mais Modelos [+]